DADOS COLETADOS NO CURSO DE EXTENSÃO

PIN

 

 

O curso de extensão  Clube da Esquina: Patrimônio Cultural de Belo Horizonte foi realizado no Espaço do Conhecimento da UFMG (EC UFMG), nos meses de outubro (dias 19 e 26) e novembro (dias 23 e 30) de 2019. O curso foi pensado em dois módulos sequenciais, o primeiro mais teórico com a contextualização dos conceitos e o segundo, um módulo prático,  com  os participantes desenvolvendo  atividades didáticas que relacionam a música com a cidade.

De acordo com o release para divulgação, o curso foi “voltado para professores e estudantes de licenciatura”, tendo como objetivo “preparar o professor para promover a Educação Patrimonial nas escolas a partir das canções do Clube da Esquina, grupo de músicos mineiros liderados por Milton Nascimento, cuja trajetória se mistura a lugares e momentos históricos da capital mineira”.

Os cursos ofertados em outubro e novembro tiveram  um total de trinta e um inscritos, sendo que 50% participaram do módulo I, 32% do módulo II e 18% participaram dos dois módulos, conforme gráfico 1. No início do módulo I, foi solicitado aos participantes que preenchessem um termo de autorização para uso de imagens e o questionário P1 para conhecer o perfil dos participantes. Ao final do módulo II, os participantes preencheram o questionário de avaliação P2.

 

 

 

 

 

 

Trinta e uma pessoas participaram dos dois cursos, sendo 81% mulheres e 19% homens. Apesar de o release direcionar o curso para professores e estudantes de graduação, pessoas que não lecionam também fizeram o curso. Gráficos 2 e 3.

 

 

 

 

 

 

 

 

64% dos professores lecionam em escolas públicas, 32% em escolas privadas e 4% lecionam em escolas públicas e privadas, nas seguintes áreas: Inglês, Geografia, Matemática, Ensino Fundamental I, Literatura, Biologia, Alfabetização, Linguagem Musical, com destaque para Português (23%), Artes (10%), História (7%) e Música (7%). Gráficos 4 e 5.

 

 

94% participantes tinham conhecimento prévio sobre o tema Patrimônio e/ou sobre o Clube da Esquina. 81% dos professores já haviam abordado o tema Patrimônio em sua disciplina. 97% dos participantes consideram importante o ensino de Educação Patrimonial nas escolas.

 

90% dos participantes disseram que conhecem os Patrimônios de Belo Horizonte, 7% não conhecem e 3% não responderam. Quando perguntamos quais os Patrimônios Culturais de Belo Horizonte (gráfico 10), foram mencionados alguns patrimônios, com destaque para o Circuito da Praça da Liberdade (20%), o Conjunto Arquitetônico da Pampulha (17%), a Praça da Estação e o Mercado Central (5%).  11% não responderam se conheciam os patrimônios da cidade e algumas pessoas indicaram locais que não são patrimônios, como Mineirão e Parque das Mangabeiras.

 

 

 

 

A grande maioria, 94% dos participantes, afirmou conhecer o Clube da Esquina. Do grupo de amigos, os mais conhecidos pelos participantes são Milton Nascimento e Beto Guedes (15%), Fernando Brant (12%), Lô Borges e Toninho Horta (11%), Márcio Borges e Wagner Tiso (9%). Nelson Angelo (4%) é o menos conhecido  e 1% não conhece nenhum dos artistas. Gráfico 12.

 

 

 

 

Parte significativa, 87% dos participantes afirmaram ouvir música com frequência, e os estilos que se destacaram foram MPB (31%), Rock (20%), Samba e Música Clássica (9%) e Pop (8%).

Muitos dos professores, 78%, afirmam que já utilizaram música em suas aulas  e todos os participantes consideram importante a música popular brasileira estar nas escolas.

 

 

Hi, I'm Andrea Estanislau

Mineira de Belo Horizonte. Mestre em Educação pela Faculdade de Educação da UFMG. Graduada em Design Gráfico pela Escola de Design da UEMG. Organizadora e produtora do livro "Coração Americano - 35 anos do álbum Clube da Esquina" (Belo Horizonte, 2008).

Comentários (3)

  1. Danieli Di Mingo

    5 de fevereiro, 2020 às 13:01

    Andrea, parabéns pelo seu trabalho! O curso, em dois módulos, foi estimulante e enriquecedor. Sucesso!!!

  2. Joao Luiz

    7 de fevereiro, 2020 às 19:30

    Andrea muito bom o blog
    Mas quero mais curso como os que fui
    Sucesso na defesa farei o possível para estar presente
    Abraços
    João Luiz Pacheco Sad

  3. Selma Sampaio

    13 de fevereiro, 2020 às 11:37

    Andréa tive oportunidade de participar do curso.
    Gostaria de elogiar da dinâmica das atividades e desejo sucesso em sua trajetória.
    Selma Sampaio

Diga algo sobre este artigo...